11.8.03

Portanto, nao me peçam para sofrer.
Nao tenho complexo de martir.
Sou apenas um santo louco, gozador, inconseqüente, com enorme vocaçao para ser um Deus-palhaço — nada mais.
Na verdade, até que sou bastante responsavel.
(Acontece que nao levo a "responsabilidade" muito a sério.)