25.7.03

O medo é a mais baixa
de todas as paixoes humanas.
O imaginario é que pressiona, de forma
gostosa e radical, a transformaçao da realidade.

Sem fantasia nao se muda o cotidiano.