22.7.03

Eu sempre dobro minhas asas, em todos os sentidos. Certas vezes, dobro-as como coladas fossem ao meu corpo, para facilitar a queda nos teus braços de amor.
Outras vezes, dobro-as para conseguir ter quatro delas ao mesmo tempo.

E voar pra bem longe!