24.9.02


"Quando um homem de verdade aparece, o mundo cai sobre ele e quebra-lhe a espinha. Só restam em pé pilares apodrecidos demais, Humanidade supurada demais para que o homem possa florescer. Basta que um homem se vista de maneira diferente dos seus concidadãos para ser motivo de desprezo e de ridículo. A única lei que é realmente cumprida é a lei da conformidade".


Henry Miller me disse essas coisas (e muitas outras) enquanto estávamos deitados lá fora, nesta madrugada, eu e ele, olhando estrelas e tomando vinho.
Acho que ele ainda pensa em Anaïs...