9.7.02


García Lorca, segundos antes de ser morto, olhando ainda para os olhos do assassino, só perguntava:

"Onde está a lua... onde está a minha lua?"...

Viva García Lorca!