2.3.02

Vênus (ou Afrodite, em grego) era quem "descontrolava" os prazeres do Amor. Os poetas divergem quanto à sua origem, mas de uma coisa temos certeza: Vênus era a Deusa da Beleza e dos Prazeres. A mãe dos Amores, das Graças, dos Jogos e dos Risos.
Basta?
Seu filho mais famoso foi Eros, o Deus do Amor. (Que quando ia se casar com Psiqué, Vênus foi contra, mas dançou, nos dois sentidos). Há muitas estátuas de Vênus, sendo que, para mim, a mais bela é a Vênus de Milo (aquela que tá sem os braços, você sabe, etc.)
Mas eu estou falando tudo isso porque tem um blog maravilhoso (no sentido mitológico da expressão), chamado From Venus, em cujo portal encontra-se a pitonisa Juliana.

E vejo que Juliana, atualmente, finaliza os seus e-mails com os dois seguintes textos:
-------------------------------------------------------
"O trabalho é uma vergonha, pois é impossível que um homem ocupado no esforço de ganhar a vida se torne um verdadeiro ser humano!"
Nietzsche

"Há uma única urgência: — viver agora.
Uma só prioridade: — ser feliz.
E meu único compromisso é com a própria Natureza.
Por isso — foda-se quem for contra minha alegria."
Edson Marques
------------------------------------------------------
Juliana, você colocou-me junto a Nietzsche!
Jamais me esquecerei!