24.1.02


Quando meus vizinhos me vêem dançando, sozinho e sem roupas, com uma taça de vinho branco na mão esquerda, um livro aberto na mão direita, numa quarta-feira às três da tarde, ouvindo Vangelis e com o sol brilhando sobre mim — eles devem ficar impressionados...

Mas não deveriam:

É a vida!