1.10.01



A liberdade é perigosa.


A vida livre é muito arriscada, é cheia de surpresas, insegura, incerta, cheia de perigos e de buscas, mudanças, sobressaltos. A liberdade é muito perigosa. Só aqueles realmente senhores de si é que podem ser livres, e amar isso tudo. Só aqueles que são donos do próprio destino é que arriscam a vida para salvar a própria vida.

A liberdade, portanto, não é para qualquer um: os acomodados e os covardes não conseguem ser livres.

A liberdade é muito perigosa: só quem não tem medo é que pode amá-la..


(do livro Manual da Separação. )